segunda-feira, maio 10, 2010

Nota de despedida (Rúben)

Quando se fala em "O Sétimo Continente", surgem-nos no pensamento os textos do Flávio, sinceras expressões do seu apreço pelo cinema, e da vontade de o compreender. Os méritos do blog são os méritos dele, os elogios que se tecem a este espaço nenhuma outra pessoa os merece. A boa escrita dele cativou leitores, o seu empenho e dedicação fizeram com que regressassem continuamente.
As minhas contribuições pouco mais foram que breves didascálias, e por me terem permitido partilhá-las estou grato ao Flávio e ao blog. Saio, porque devido a razões pessoais, não sinto necessidade de aqui continuar como colaborador. Não obstante isso, faço um balanço positivo da minha passagem por aqui, e este post não anuncia uma desistência - por cá permanecerei, apenas dando um passo atrás e ostentando a designação de visitante (nunca fui nada além disso, verdadeiramente). Porque "O Sétimo Continente" nunca foi uma viagem entre as três pessoas que o decidiram criar, mas entre todos os que o frequentam, penso que o Flávio não tem por que se sentir desencorajado. Um bem-haja a todos, e um grato reconhecimento do feedback que fui recebendo.

5 comentários:

  1. Tenho pena.
    De facto, os textos do Flávio são sempre excelentes e "ofuscam" muitos de nós ;)

    Mas tal não deve ser um entrave às tuas colaborações, de muita qualidade, neste espaço.
    Acho eu..

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Nunca foram um entrave, antes pelo contrário, sempre foram um incentivo, os posts do Flávio. Só queria esclarecer que não foi por isso, nem por qualquer atrito entre mim e ele que tomei esta decisão. Cumprimentos, e obrigado pelas palavras

    ResponderEliminar
  3. Longe de mim sugerir isso :D

    Pretendia apenas perceber se não estarias a subvalorizar a tua importância neste blogue.
    Só isso ;)

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente, adoro a qualidade deste espaço. As tuas didascálias eram uma parte deste blog que, admito, já se começava a sentir falta aqui. Bem, resta-me dizer-te boa sorte na tua vida.

    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderEliminar
  5. Oh gente, mas ele não morreu :P Todos sabemos da qualidade manifesta em todas as suas publicações, pelo que será com enorme prazer que se postará, uma ou outra vez mediante a sua vontade, um ou outro texto pelo Rúben. De resto, continuará por cá. :)

    ResponderEliminar

Assine, sempre que possível, o seu comentário.