sábado, novembro 15, 2008

:Indetectável (2008)

 
Pelo menos correspondeu às minhas expectativas: fraco, cheio de falhas e um spin-off barato de Saw. Sim, bem que queria ir ver o "Ensaio" mas lá o meu grupo se queixava que ou "é pesado demais" ou que "para ver com os amigos mais vale um filme de comédia ou acção". Mas desengane-se quem não pensar que este filme não entretém: há uma ou duas torturas interessantes e uma última sequência de acção electrizante. Planos aéreos aborrecidos (sim!), um mau argumento e personagens repletos de clichés (a típica mãe-simpática-com-drama-pessoal-investigadora-inteligente-e-perspicaz-sempre-pronta-com-uma-pistola com a não menos típica filha-querida-e-burra-que-nem-uma-porta e mãe-que-só-está-no-filme-como-vela), desempenhos, e por aí adiante. O que se podia fazer com uma premissa destas...! Enfim.
PS: O Kill Bill é tão fixe!!!

7 comentários:

  1. Não é um filme que me puxe muito. Aliás, neste momento até tenho outras prioridades. Por isso o mais certo é acabar por não ver este filme. Quem sabe mais tarde!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Que mauzinho, Flávio! ;)
    No geral gostei do filme, apesar de concordar com muito do que tu disseste. Depois de andar a ver filmes bem mais medíocres, este até me surpreendeu, porque ao menos a história era interessante e impressionou-me o facto de ter a Internet como fio condutor.
    O próximo filme com a Diane Lane já está marcado na minha agenda... O Sorriso das Estrelas a adaptação do livro de Nicholas Sparks. Mais um bocadinho e tinha ido ao cinema vê-lo com o próprio Nicholas ao lado, eheheheh!!!

    ResponderEliminar
  3. Não vi nem faço intenções de fazer. Não considero o conceito assim tão atractivo :p

    PS: Kill Bill é um dos melhores dos últimos anos. Absolutamente genial.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Não vi este filme e, também acho que não o devo ir ver.

    Este filme não me conseguiu chamar a atenção e não estou minimamente curioso...

    Há muitas e melhores propostas para ver, o Ensaio sobre a cegueira é um deles ehehe

    Abraço!

    ResponderEliminar
  5. SPIN-OFF? usaste mal a palavra... ou o filme está DE ALGUMA FORMA relacionada com o SAW (além de ter um conceito-base - tortura-, parecido?)

    ResponderEliminar
  6. rARARARA, utilizei mal a palavra, efectivamente, mas o filme segue a onda das torturas (rejuvenescida pela saga Saw) como forma de chamar espectadores às salas de cinema.

    ResponderEliminar

Assine, sempre que possível, o seu comentário.