quarta-feira, maio 11, 2011

Cannes 2011 [1]: Woody Allen entre a Riviera e a capital



«Declaro il Festivale di Cannes aperto», diz-nos Bernardo Bertolucci (que agora prepara um projecto em 3D, desde que viu «Avatar» e vive fascinado pela tecnologia) na cerimónia de abertura da 64ª edição do Festival de Cannes (cujo vídeo poderá ser consultado aqui) que, de hoje até o dia 22, trará grandes nomes do cinema actual a competir naquela que é “a” festa do cinema, presidida este ano por Robert DeNiro.

O cineasta norte-americano Woody Allen – que considera: «jamais realizarei um grande filme» (aqui) – abriu o festival com «Midnight in Paris», comédia romântica que se debruça sobre um casal que, numa viagem à capital francesa, constata que uma vida diferente da que levam é melhor, e que junta, no elenco, nomes como Rachel McAdams, Owen Wilson, Marion Cotillard, Adrien Brody e Carla Bruni, foi geralmente bem recebido pela crítica. O crítico de cinema João Lopes considerou, no blog sound+vision, que «Woody Allen puxa pelos galões de argumentista/realizador e faz um filme que, partindo de um cliché — o apelo romântico da capital francesa —, consegue transcende-lo através da complexidade emocional e narrativa de um romanesco seduzido por um discreto fantástico». Vasco Câmara, por seu lado, escreve que é «a sua melhor comédia em anos». A (interessante) conferência de imprensa pode ser visionada integralmente a partir daqui.


Amanhã, dia 12, Cannes exibirá o filme debutante de Julia Leigh, «Sleeping Beauty», e a longa-metragem de Lynne Ramsay, «We need to talk about Kevin», que competem ambos para a Palma de Ouro. A secção Un Certain Regard abrirá amanhã com «Restless», de Gus Van Sant, projectando ainda o primeiro filme de Juliana Rojas e Marco Dutra, «Trabalhar Cansa». «Il Conformista», de Bertolucci, terá a sua exibição restaurada garantida no dia de amanhã.

Resta deixar a selecção oficial a competir para a Palma de Ouro, para o prémio Un Certain Regard e a selecção fora de competição:
Selecção Oficial (Competição):
  1. "Drive," Nicolas Winding Refn
  2. "Footnote," Josef Cedar
  3. "Hanezu no Tsuki," Naomi Kawase
  4. "Hara-kiri: Death of a Samurai," Takashi Miike
  5. "The Kid With a Bike," Jean-Pierre and Luc Dardenne
  6. "L'apollonide (Souvenirs de la maison close)," Bertrand Bonello
  7. "Le Havre," Aki Kaurismaki
  8. "Once Upon a Time in Anatolia," Nuri Bilge Ceylan
  9. "Melancholia," Lars von Trier
  10. "Michael," Markus Schleinzer
  11. "Pater," Alain Cavalier
  12. "Polisse," Maiwenn
  13. "The Skin That I Inhabit," Pedro Almodovar
  14. "Sleeping Beauty," Julia Leigh
  15. "La Source des femmes," Radu Mihaileanu
  16. "This Must Be the Place," Paolo Sorrentino
  17. "The Tree of Life," Terrence Malick
  18. "We Have a Pope," Nanni Moretti
  19. "We Need to Talk About Kevin," Lynne Ramsay

Selecção Oficial Un Certain Regard (Competição)
  1. "Arirang," Kim Ki-duk
  2. "Bonsai," Cristian Jimenez
  3. "The Day He Arrives," South Korea, Hong Sang-soo
  4. "Et maintenant on va ou?," Nadine Labaki
  5. "Halt auf freier Strecke," Germany, Andreas Dresen
  6. "Hors Satan," Bruno Dumont
  7. "The Hunter," Bakur Bakuradze
  8. "Les Neiges du Kilimandjaro," Robert Guediguian
  9. "L'exercisce de l'etat," Pierre Schoeller
  10. "Loverboy," Catalin Mitulescu
  11. "Martha Marcy May Marlene," Sean Durkin
  12. "Miss Bala," Gerardo Naranjo
  13. "Restless," U.S., Gus Van Sant
  14. "Oslo, August 31st," Joachim Trier
  15. "Skoonheid," Oliver Hermanus
  16. "Tatsumi," Singapore, Eric Khoo
  17. "Trabalhar cansa," Juliana Rojas, Marco Dutra
  18. "Toomelah," Ivan Sen
  19. "The Yellow Sea," South Korea, Na Hong-jin
Selecção oficial - Fora de competição
  1. "The Beaver," Jodie Foster
  2. "The Artist," Michel Hazanavicius
  3. "The Conquest," Xavier Durringer
  4. "Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides," Rob Marshall

Sem comentários:

Enviar um comentário

Assine, sempre que possível, o seu comentário.