domingo, fevereiro 15, 2009

:A homosexual with power... that's scary

It's fascinating to see how many European countries are getting with the program, even predominantly Catholic ones like Portugal and Spain. (Italy, of course, will never make it, because of the absurdly heavy-handed influence of that bastion of sexual repression and closeted homosexuality - la Vaticana!).
It's interesting how it's always the more progressive countries, where logical and humanistic thought is valued, that are in the forefront of advances in this area, and other human rights too.
Tragically, the U.S. is a backward, church-ridden society, founded by Puritans, and they're busy wringing their hands about it all -- all while spending time reading the prurient reports of OTHER people's private lives in the tabloids.... So sad. They may never get there.
Cito esta resposta a um tópico dos fóruns do IMDB acerca da reacção do primeiro-ministro em relação a "Milk" que, se ainda não sabem, recomendou-o à população portuguesa já que aludia à sua recente proposta de, nas próximas eleições, caso sair vencedor, tornar legal o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo (que, como vocês já sabem, é um tema que se relaciona mais ou menos comigo por diversas razões e que me interessa discuti-lo). É bastante curioso como Sócrates pretende sair como o liberalista, apresentado o partido como a "verdadeira força da esquerda progressista, da esquerda moderna, da esquerda do povo", depois do que aconteceu no ano passado. De qualquer das formas, e não querendo afigurar-me demasiado como partidário, apoio-o, já que o tema parece ter suscitado nos portugueses o início de um debate que já há anos era necessária (leiam o jornal Público e vejam as mentes portuguesas geniais e nada  ignorantes nos comentários). Anyway, voltem a ler o que vos citei, de um norte-americano, e digam-me se acham que Portugal, frente a países como os Estados Unidos, saboreia mais a onda de mudança de mentalidades. E, já agora, se ainda não opinaram, digam-me o que acham sobre o assunto, a legalização do casamento (que implica, necessariamente, a adopção, de acordo com a lei). Acham que deve ser um assunto digno de referendo? Qual a vossa posição em relação ao PS, depois disto? Pronto, fica aberta a discussão, depois de uma introdução mázinha :P
P.S.: Para os interessados, o tema do Prós e Contras da RTP1 amanhã é exactamente este. Depois, se achar necessário, comento.

3 comentários:

  1. Sócrates surpreendeu-me com esta tirada. E terá todo o meu apoio.

    Político esperto....

    Cumps.

    Roberto F. A. Simões
    CINEROAD

    ResponderEliminar
  2. hum, hum! Amanhã há discussão ;)
    amei a introdução mázinha, gajo*
    beijinho para ti :)

    ResponderEliminar
  3. Roberto,

    É mesmo esperto, não é? Mas, politiquices à parte, foi um bom trunfo.

    Abraço

    Xana,

    Afinal não houve, não foi? Está em stand by :P
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Assine, sempre que possível, o seu comentário.