segunda-feira, julho 07, 2008

Contado Ninguém Acredita


Ora aqui está um filme que já queria ver há uns tempos (mas, por preguiça, lá fui adiando a ida ao videoclube)! Não sei porquê, mas a premissa do filme captou-me logo a atenção, lembro-me até de ver umas entrevistas e de ponderar uma ida ao cinema, mas lá ficou esquecido. Pois bem, agora que o vi, posso dizer que é, sem dúvida, um dos meus favoritos.

Marc Forster, que já tinha mostrado talento em “Stay” (um filme que não podia ter visto em pior altura – numa manhã sonolenta de Domingo…), comanda aqui um elenco de luxo encabeçado por Will Ferrell e que conta também com Queen Latifah (que, para mim, constitui sempre uma presença bastante positiva nos filmes em que participa), Maggie Gyllenhaal (a irmã de Jake Gyllenhaal e que poderemos ver brevemente em “The Dark Knight”), a excelente Emma Thompson e o incontornável Dustin Hoffman numa história fora do comum escrita por Zach Helm.

Pois bem, essa história é peculiar pois, centrando-se em Harold Crick, o típico americano que trabalha numa empresa (aqui, o IRS) e que leva uma vida mundana (como nos é logo sublinhado pela constante atenção do filme à forma matemática e precisa como ele encara a vida e o seu quotidiano), conta-nos também a história de Karen Eiffel, uma escritora famosa que já não publica um livro há uma década e que é, na verdade, a voz que Harold julga ouvir na sua cabeça e que narra todas as suas acções, como num livro. Ora, desde logo realidade e fantasia se interligam: Karen encontra-se num bloqueio, num dilema, pois não sabe como matar Harold, a personagem principal do seu mais recente livro; Harold, por sua vez, desconhece o facto de que é uma personagem com destino predeterminado por Karen até ao momento em que começa a ouvir a voz dela em todo o lado, uma voz certeira no que diz respeito aos detalhes mais íntimos da personagem. A situação muda ainda mais de figura quando Harold a ouve pressagiar a morte dele, e decide procurar ajuda com o objectivo de inverter a situação.

Soberbamente bem escrito, “Stranger Than Fiction” (em português, “Contado Ninguém Acredita”) funcionou, a meu ver, devido à inteligência e imprevisibilidade do argumento e às várias prestações dos actores: Dustin Hoffman encara aqui de forma divertida um Professor com vastos conhecimentos sobre Literatura e que auxilia Harold na sua jornada, por assim dizer; Maggie Gyllenhaal vive uma pasteleira de convicções fortes e que cria desde logo uma antipatia (justificada) em relação a Harold, mas que, aos poucos, se vai envolvendo com ele; Queen Latifah vive a secretária de Karen Eiffel, e é, juntamente com Emma Thompson, responsável por alguns dos diálogos mais divertidos do filme, fruto do choque de ideias entre as duas personagens; Will Ferrell, por sua vez, interpreta Harold Crick com seriedade, capaz de nos fazer rir sem cair no erro de tornar óbvias as tentativas de comédia.

Se o final é discutível (na minha opinião, tinha de acabar assim, por mais previsível que possa ser, para que o filme resulte, mesmo que o livro fictício de Karen fique, assim, com valor decrescido) quanto à tal imprevisibilidade referida, devo dizer que o resto foi excelente, desde o sofrimento causado a Karen pelo seu bloqueio à mudança de Harold, passando, claro, por aquilo que deve ser o sonho de boa parte dos escritores (não digo “a maioria” para não cair numa generalização precipitada), o de ver uma personagem, uma criação, ganhar vida própria.



Original, irreverente, divertido e com uma mensagem interessante, “Stranger Than Fiction” consegue escapar às armadilhas do género e, embora caia um pouco no melodrama na recta final, não deixa de ser um excelente filme sobre a descoberta da vida, do afecto (a relação entre Harold e Ana Pascal é bem pensada do início ao fim, e a cena em que Harold vai ao apartamento dela é, a meu ver, uma das melhores do filme… arrisco-me quase a dizer que é a melhor, devido à “brincadeira” entre a banda sonora e acção) por uma personagem acomodada à vida mas que se vê, a certa altura, confrontada com a sua morte iminente. Compra obrigatória!

1 comentário:

  1. [url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/ganardinero.jpg[/img][/url]
    [b]Una gran guia de ganar dinero[/b]
    Hemos hallado la mejor pagina web en internet de como trabajar en casa. Como fue de utilidad a nosotros, tambien les puede ser de utilidad a ustedes. No son unicamente formas de ganar dinero con su pagina web, hay todo tipo de metodos de ganar dinero en internet...
    [b][url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/dinero.jpg[/img][/url]Te recomendamos entrar a [url=http://www.ganar-dinero-ya.com/]Ganar dinero[/url][url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/dinero.jpg[/img][/url][/b]

    ResponderEliminar

Assine, sempre que possível, o seu comentário.