terça-feira, agosto 28, 2007

:“Vincent”, de Tim Burton


Nesta fantástica curta-metragem de 1982 que o Miufa me deu a conhecer, vemos a história de Vincent Malloy, um rapaz que, apesar de se mostrar agradável, esconde um enorme desejo de ser Vincent Price, o actor de filmes de terror. (For a boy his age he’s considerate and nice, But he wants to be just like Vincent Price.) Sonha com o momento em que os seus tenebrosos anseios se realizem. (There he could reflect on the horrors he’s invented, And wander dark hallways alone and tormented.) Com um argumento escrito de uma forma poética, o final reflecte a personalidade da personagem, que lê Edgar Allan Poe, citando “O Corvo”. (“And my soul from out that shadow floating on the floor, Shall be lifted – Nevermore!”) O melodrama com que o próprio Vincent Price narra a curta-metragem é, a meu ver, genial, transpondo cada sentimento para o espectador. (The room started to sway, to shiver and creak. His horrid insanity had reached its peak.) Tim Burton, de filmes como “Eduardo Mãos de Tesoura”, ou “A Noiva Cadáver”, fez novamente um sublime trabalho, com “Vincent”, que merece ser revisto vezes sem conta.

6 comentários:

  1. Uhull! Novos posts!
    Nunca vi o filme, mas atiçaste-me a curiosidade.

    Ah, Flávio, se puderes, faz um post a divulgar esta petição: http://www.petitiononline.com/offitvi/petition.html

    Abraços

    ResponderEliminar
  2. err o filme ta no post... é, actually, uma curta k dura 6 minutos... é linda, realmente, genial... mas não é para todos, se é que me faço entender!

    ResponderEliminar
  3. Confesso que não conheço o filme. O que é imperdoável, eu acho o Tim Burton o melhor contador de histórias de todo o sempre... mas, infelizmente, não conheço todo o seu trabalho. Tenho de tratar disso.
    Ele é o autor de vários dos meus filmes favoritos, para além de ter uma predilecção pelo Johnny Depp, o que eu lhe agradeço imenso. ;)
    Já para não falar nos filmes de animação que ele tem produzido, que são sempre um mimo.
    Este Vincent, parece muitíssimo interessante. Obrigada por mais esta divulgação. ;)

    ResponderEliminar
  4. Estou a COMEÇAR DO ZERO e convido-vos a conhecer o meu novo blog: dozer0.blogs.sapo.pt.

    Conto com a vossa preciosa participação, com o vosso apoio e com a vossa ajuda para realmente começar do zero e dar um novo rumo a minha vida.

    Um grande, grande abraço e estarei novamente por aqui em breve...

    ResponderEliminar
  5. Olá Flávio! Tudo bem?!
    Esses últimos dias de férias, estás a gozá-los da melhor forma? Então aproveita, pois as aulas em breve irão começar, não é verdade??

    Eu estou bem e como hoje resolvi passar pelos blogs dos amigos, aqui estou eu... Em relação a essa curta-metragem do Tim Burton, eu já a tinha visto ha algum tempo. Gostei imenso, alías, tudo o que seja do mestre Tim Burton eu adoro. Fiquei a saber no outro dia que ele está a fazer um novo filme / musical novamente com a colaboração do Jhonny Deep. Com toda a certeza irá sair dali outra obra de arte.

    Um grande abraço, e fica bem!!

    ResponderEliminar

Assine, sempre que possível, o seu comentário.